Sua plataforma online de comida
vegetariana e vegana.
Conheça

Você está em: Matérias

O fim da AIDS pode estar na proteína. E não é na animal

Publicada em 02.04.2015

virushiv

Nossa amiga proteína acabou de ganhar mais um destaque (maravilhoso, diga-se de passagem) em sua polêmica existência. Só que dessa vez, a proteína em pauta não é aquela que tanto atormenta os ouvidos de veganos e vegetarianos mundo afora. Estamos falando de uma proteína vegetal, que após anos de estudos, pode se tornar uma super ferramenta no combate à AIDS.

Como? Cortando o mal pela raíz. Ela envolve o vírus do HIV e assim impede que ele se multiplique.

O nome da bendita é Cianovirina. Se você nem sabia que proteínas tinham nomes, saiba que esta em específico só podia ser encontrada em uma espécie de alga marinha. Mas nossos cientistas brasileiros, que também não desistem nunca, conseguiram extrair parte do gene da tal alga e transferi-lo para uma soja geneticamente modificada (por eles mesmos, na Embrapa).

A moral da história, e da soja transgênica, é que ela mostrou-se o único meio viável (e mais barato) de escalonar a Cianovirina na quantidade adequada para o desenvolvimento de um gel, que deverá ser aplicado antes da relação sexual. Bem assim, como se fosse uma camisinha líquida.

O gel milagroso teoricamente está pronto para sair do papel, já que as sementes de soja com Cianovirina já “estão prontas”. Segundo a matéria que saiu no Jornal Hoje (só que ontem), a única coisa que falta é uma indústria farmacêutica interessada em desenvolver e fabricar o medicamento…

Por enquanto, as duas observações que podemos fazer são as seguintes:

1- Use camisinha

2- Soja transgênica, só se for em medicamentos ;)