Sua plataforma online de comida
vegetariana e vegana.
Conheça

Você está em: Matérias

Me tornei vegetariano, e agora? 

Conheça algumas dicas preciosas para esse início de jornada

Publicada em 09.04.2015

Digamos que você assistiu A Carne é Fraca e decidiu virar vegetariano (sem link aqui, nosso objetivo é te deixar com fome, e não tirar ela). Você está feliz, acha que encontrou o seu ideal de vida e sai todo engajado em busca de links com as cenas mais chocantes pra postar no Facebook.

O seu primeiro dia veg, obviamente, começa em um restaurante vegetariano. É uma maravilha. Várias opções, uma mais deliciosa do que a outra. Mas aí chega a hora de fazer as compras da semana e bate aquele desespero: meu Jesus, o que eu vou comprar pra comer??

Em momentos como esse, até decidir o café da manhã parece impossível. Acontece que você ainda não aprendeu a pensar como vegetariano. E infelizmente isso não é uma tarefa tão simples, já que a maioria das pessoas nunca se preocupou muito com o que estava comendo.

Vegetarianos ativistas de plantão, vamos ser sinceros, a alimentação sem carne é sim um pouquinho mais “complicada” no início. Mas em compensação, a alimentação onívora te deixa bem mais preguiçoso em relação ao que você come, já que está “tudo à mão’”, e esse é um erro crucial para a sua saúde.

Pra te ajudar nesse início de jornada, juntamos umas dicas pra você não queimar etapas e começar a pensar como um legítimo vegetariano na hora de escolher o que comer.

 

Não se torne vegetariano do dia pra noite

Ok, você pode se tornar vegetariano do dia pra noite. Mas preste muita atenção nas reações do seu corpo, é sempre bom respeitá-lo. Dependendo da maneira que ele se comportar, as vezes é melhor optar por uma mudança menos radical e mais gradual. Assim o seu organismo vai se acostumando e os efeitos colaterais tornam-se inexistentes.

 

Estude mais sobre os alimentos

Você não precisa se tornar vegetariano para começar a fazer isso. Mas quando é este o caso, aprender um pouco mais é fundamental (e isso é ótimo). É preciso saber o que se está comendo. Só assim você consegue montar um prato balanceado, gostoso e com vários benefícios para o seu corpo.

 

Aprenda a cozinhar

Em todas as matérias com dicas e listas para melhorar a sua alimentação, esse tópico irá aparecer. Ele é fundamental, básico, pré-requisito para o vegetariano saudável (substituído apenas por ter alguém disposto a cozinhar pra você o tempo todo). Coloque o seu avental e comece a aprender a se virar na frente do fogão. É mais barato, mais nutritivo, mais saboroso, e, acredite, muito mais divertido.

 

Experimente novos ingredientes

Se você quer começar a pensar como um vegetariano, conhecer os ingredientes que um vegetariano conhece é fundamental. Isso vai te ajudar e muito na hora de pensar o que comer. Deixe o preconceito de lado e experimente essa infinidade de alimentos nutritivos e cheios de sabor. Do contrário, as coisas vão se tornar bem mais complicadas.

 

Muito cuidado com os queijos

Queijo é uma das maiores unanimidades em relação ao sabor. Mas, quando o assunto é sua influência em nossa saúde, as opiniões divergem, e as questões negativas ficam cada vez mais em evidência. Mesmo que ele seja um dos ingredientes favoritos para o novo vegetariano substituir a carne, é bom ter cuidado: onde há fumaça, há fogo. Nossos próprios colunistas costumam alertar em relação ao seu consumo.

 

Se deu vontade, come

Parece maluquice. Mas as vezes, a experiência de uma recaída pode ser bem interessante para observar se é isso mesmo que você quer. Mais do que isso, é nessas horas que você se dá conta de que seu paladar e sua consciência estão diferentes, e que esse deslize não teve muito sentido. É importante ressaltar: isso não vai tirar você do caminho. A sua vontade será sempre o grande obstáculo a ser batido, continue se esforçando e deixe suas convicções falarem mais alto.

 

Não espalhe pro mundo que você virou vegetariano

Quanto mais pessoas souberem, maior será a cobrança. Comece a jornada sozinho, contando apenas pra quem você tem certeza que irá apoiar. Evite discussões, principalmente com seu amigo dono da razão (todos nós temos um assim), mesmo os argumentos mais vazios e sem lógica parecem efetivos quando você está em minoria ou não está 100% convicto. Nessas horas, vale até uma mentirinha pra mãe que Deus perdoa :P

 

Se você conhece um vegetariano, converse com ele

A opinião de alguém que vivenciou uma experiência é muito melhor do que qualquer matéria, estudo ou fórum na internet. Ainda mais quando você conhece essa pessoa. Peça dicas, pergunte sobre as vantagens e as dificuldades. Vegetarianos são entusiastas da causa, eles vão adorar te ajudar sempre. Pode acreditar.

 

Preste mais atenção no seu corpo

É nele que você vai encontrar todas as respostas. Preste atenção em como o seu organismo está reagindo, e também nas mudanças em sua pele, cabelos e até no peso. Questões assim podem ser a “prova” que você precisava para ter certeza de que fez a escolha certa.

 

Tome banho de sol

Assim, nenhum entendido das proteínas vai poder inventar que você ficou pálido :)